top

O que pode causar a trombose do viajante?

Longos períodos de imobilidade tais como os experimentados sentado a bordo de um avião, diminui o afluxo de sangue ao coração, que é justamente potenciado pelos movimentos musculares activos. Isto pode causar o depósito de fluidos, sobretudo na parte inferior das pernas. O acréscimo da pressão exercida nos tecidos provoca uma redução da circulação sanguínea.

Em casos raros verificados em grupos de risco, pode desenvolver-se um coágulo na parede da veia. Este processo é descrito como uma trombose, que dificulta de um modo extremo a circulação do sangue na área afectada.

Em casos extremamente raros, parte do coágulo pode separar-se e ser arrastado até aos pulmões pela corrente sanguínea. Ao bloquear um vaso sanguíneo, este processo poderá resultar numa redução significativa da capacidade de coração para bombear o sangue. Estaríamos assim perante um caso de embolia pulmonar, uma situação extrema que pode provocar uma paragem cardíaca súbita.

 
top

Grupos especiais de risco

html_list
  • Pessoas com mais de 60 anos
  • Pessoas que já sofreram alguma trombose
  • Pessoas com excesso de peso
  • Mulheres em gestação
  • Pessoas que sofram de alguma doença maligna
  • Mulheres fumadoras e tomam a pílula anticoncepcional
  • Pessoas submetidas a uma intervenção cirúrgica recentemente
  • Pessoas com perturbações de origem hereditária de coagulação do sangue
 
top

O que poderá fazer para evitar a trombose

Ao usar meias elásticas (ou ainda melhor, collants elásticos), poderá reduzir de um modo significativo o depósito de fluidos nas suas pernas. As pessoas incluídas nos grupos de risco devem utilizar meias elásticas à sua medida.

Tente fazer algum exercício durante o voo, como seja a participação activa no Programa Flyrobics da Lufthansa, à sua disposição no seu monitor individual em voos de longo curso.

Certifique-se que ingere bastantes líquidos durante o voo de modo a auxiliar o seu organismo a alcançar o equilíbrio com o ar seco predominante na cabine.

Reduza o consumo de bebidas alcoólicas e não tome comprimidos para dormir ou tranquilizantes.

Recomendamos vivamente que pessoas com vários ou fortes factores de risco devem consultar previamente o seu médico. Nalguns casos, a prescrição de um anti-coagulante com carácter preventivo é necessária.


Star Alliance